Multipotencialidade | Como lidar com os múltiplos interesses

Tempo de leitura: 4 minutos

Você já se sentiu perdido, sem propósito, sem ideia de qual é seu papel no mundo? Eu imagino que todas as pessoas já passaram por isso, ao menos uma vez na vida. Quando estamos vivenciando esses momentos, é como se todas as outras pessoas soubessem exatamente a que vieram, enquanto nós tivemos o grande azar de não ter uma habilidade sequer.

“Eu não tenho ideia do que estou fazendo”

Durante os vários anos em que busquei por algo que trouxesse esse propósito, me deparei com o fato de que talvez eu não tivesse um dom. Ou pelo menos, não apenas um. Desde que me entendo por gente, sempre pulei de interesse em interesse, sem quase nunca me aprofundar em nada. Eu me interessava por marketing digital, assim como devorava livros sobre lei da atração. Comprava cursos sobre trades e viajava a São Paulo para aprender a ser pet sitter. E já comentei que eu tive um negócio de costura com uma amiga? Isso sem contar os anos aprendendo tarô e lendo sobre astrologia, na adolescência.

O fato é que essa necessidade que o mundo nos impõe de ter que gostar de apenas UMA coisa pode ser um grande atraso de vida. Queremos, a todo custo, nos encaixar no que é esperado e desperdiçamos nossos multitalentos tentando caber numa coisa só. E como se já não fosse o bastante exigir que seja apenas uma coisa, ela aparentemente ainda deve ser para todo sempre.

Uma escolha definitiva e para todo sempre??

Só que isso tudo está errado. Muito errado. Porque o que nos faz únicos e magníficos, é justamente essa combinação de múltiplos interesses. É gostar de psicologia e engenharia. Cachorros e cuidar de gente. Marketing digital e desenvolvimento pessoal.

Há um tempo atrás, conheci uma pessoa fantástica, que trabalhou por muitos anos com marketing (o mais convencional, dentro de empresas privadas). Aos poucos, ela começou a sentir que aquilo não fazia mais ela feliz. Então, ela foi fazer um curso de astrologia. E depois disso, ela virou coach. E hoje, para os clientes que estão abertos a isso, ela faz o mapa astral, antes de começar as sessões de coaching. Na minha opinião, esse é um dos pontos que faz com que ela se destaque, num mundo em que vemos cada mais profissionais dessa área.

Eu mesma, quando larguei a TI esse ano, defini que não queria ser apenas mais uma empreendedora digital. O que eu realmente desejava era aliar todos os meus conhecimentos para enriquecer ainda mais o meu trabalho. Então, além de falar sobre anúncios pagos no Facebook, eu também queria gravar vídeos que ensinassem às pessoas técnicas para desbloquear a energia e vencer a procrastinação. Ou sobre meditação, vida nômade e como conquistar seus objetivos. E que pudesse fazer textos como esse, para fazer as pessoas refletirem e perceberem que ter mais de um interesse não deveria ser encarado como um problema, mas sim como uma grande e potencial oportunidade de descobrir seu maior trunfo.

Se você está passando por esse momento de não conseguir definir uma coisa só, não se desespere! Minha dica pra você é: mantenha seus múltiplos interesses, mas vá por partes. Eleja qual deles está te atraindo mais nesse momento e invista seu tempo e energia nele, até que isso aflore e vire algo concreto. Ou quem sabe a combinação de dois. E depois, parta para o próximo ou agregue um novo conhecimento ao que já está fazendo.

De qualquer forma, respire e tenha em mente que tudo que você já descobriu até hoje vale… até hoje. Amanhã é provável que você encontre um novo interesse, e depois de amanhã outro e assim por diante. Isso se chama estar em constante evolução, e é o que nos mantém vivos e acesos! E tenha a certeza, que não importa quanto tempo demore, você vai encontrar sua tribo. Pessoas que tem interesse não apenas em um dos assuntos que você fala, mas na forma como você se expressa, e na visão única que apenas você tem sobre as coisas.

2 Comentários


  1. Coisa boa ler esse texto leve e te sentir assim também! Tenho certeza que se estás assim hoje foi porque trilhaste um caminho e espero que outras pessoas (eu incluída) se inspirem no teu para percorrer os seus próprios!
    Beijo grande!

    Responder

    1. Binaaa, fiquei tão feliz de ler teu comentário, muito mesmo! Tu acompanhou parte dessa busca, e a verdade é que ela nunca tem fim.. Eu espero de coração que tu esteja buscando pelo teu também, e qualquer coisa, estou sempre aqui! <3 Beijão!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *